kamagra online kamagra sverige cialis 5 mg viagra dosering viagra alkohol cialis vs viagra kamagra tjejer levitra fass Kamagra kaufen Kamagra schweiz levitra kaufen levitra generika cialis generika cialis preis viagra bestellen
  • Como economizar energia em casa?

    Muito se fala sobre sustentabilidade na mídia e mesmo nos círculos de convívio social. Mas até que ponto cooperamos para o bem do meio ambiente no nosso dia a dia? Abaixo, algumas dicas interessantes e simples que podem te ajudar a economizar e, ao mesmo tempo, preservar o meio ambiente e tudo que ele nos proporciona:

     

    1. Iluminação

    - utilizar cores claras na pintura de paredes internas e do teto;

    - utilize a iluminação de acordo com o tamanho e a finalidade do ambiente;

    - aproveitar ao máximo a iluminação natural;

    - estude a possibilidade de abrir novas janelas em pontos estratégicos da sua casa; por desinformação das pessoas na hora de construir, acabamos por perder grandes oportunidades de aproveitar a energia do sol, que é de graça. Isso vale também para novos projetos; 

    - utilizar lâmpadas fluorescentes em ambientes que necessitam de maior iluminação (duas lâmpadas fluorescentes de 20 watts iluminam mais que uma incandescente de 100 watts).

     

    2.  Chuveiro

    - no verão, deixe a chave na posição "verão";

    - estude a possibilidade de instalar um aquecedor de água por energia solar. Atualmente esses aquecedores estão com preços mais acessíveis, e necessitam de baixa manutenção.

     

    3. Geladeira

    - fazer o degelo periodicamente;

    - evite colocar alimentos ainda quentes. Se não for possível esfriar por completa, coloque-os na parte inferior da geladeira;

    - a geladeira não deve ficar próxima de lugares quentes, como fogão ou a janela que bate sol;

    - não deixar a porta aberta por muito tempo;

    - verificar a vedação da porta. Um teste simples consiste em colocar uma folha de papel entre a porta e a geladeira. Se ao fechar a porta,a folha de papel puder ser retirada com facilidade, as borrachas de vedação não estão mais em bom estado.

     

    4. Equipamentos elétricos

    - não deixe transformadores (ex: 110/220) ligados na tomada desnecessariamente. Mesmo fora de uso, eles consomem energia.

    - utilize o ferro de passar roupa uma única vez, deixando acumular uma quantidade razoável de roupa. Você pode também alisar com as mãos as roupas logo ao tirar do varal. Isso reduzirá o tempo de utilização do ferro;

    - utilize a máquina de lavar roupa/louça de única vez, deixando acumular uma quantidade razoável de peças;

    - tire os aparelhos eletrônicos da tomada quando estão fora de uso, principalmente a televisão e o vídeo cassete.

     

    Fonte: http://www.ufscar.br/~perene/dicas.htm

  • Como economizar energia no trabalho?

     1. Ar Condicionado

    - você pode desligar o ar condicionado meia hora antes do fim do expediente e também durante o almoço - a sala ainda permanecerá climatizada;

    - no inverno, desligue a refrigeração do ar condicionado e ligue só o ventilador;

    - onde houver aparelhos de ar condicionado em uso, deixe a porta fechada;

    - não deixe o aparelho em lugares quentes, próximo de equipamentos elétricos ou na incidência do sol. Isso faz ele trabalhar mais, desnecessariamente;

    - na hora de comprar um aparelho novo, confira se ele possui o selo PROCEL de consumo reduzido;

    - dimensione corretamente a sua necessidade e o seu aparelho. Existem tabelas prontas para este cálculo - pergunte para o vendedor, ou consulte diretamente os fabricantes (ex: home page das indústrias, etc);

    - pela manhã você pode resfriar o ambiente, abrindo as janelas;

    - para edifícios, examine a possibilidade da instalação, na parte exterior do prédio, de brise soleil, que impedem a incidência de raios solares, principalmente nas áreas envidraçadas. ( Solução passiva, com conceitos da arquitetura bioclimática).

     

    2. Computadores e outros equipamentos

    - Ative o energy saver,  do seu monitor (modo econômico);

    - Economize energia com o Windows;

    - É possível fazer com que o micro, depois de determinado tempo de ociosidade, desligue o monitor e o disco rígido, e deixe todo o sistema hibernando até que você movimente o mouse ou pressione alguma tecla;

    - Além do protetor de tela, que evita que uma imagem congelada acabe desgastando o fósforo do seu monitor, o Windows oferece alguns meios para você economizar energia. Clique com o botão direito do mouse sobre a área de trabalho e selecione Propriedades;Selecione a  ficha "Proteção de tela" e clique no botão Energia;

    - O próprio Windows sugere alguns "esquemas de energia".

     

    Fonte: http://www.ufscar.br/~perene/dicas.htm

  • Como evitar os riscos da energia elétrica?

    1. Antes de qualquer conserto nas instalações elétricas internas, desligue a chave geral (disjuntor);
    2. Ao ligar aparelhos nas tomadas, verifique antes se o botão está desligado e se a voltagem (l27 ou 220 volts) é igual à indicada para o equipamento;
    3. Ao desligar os aparelhos das tomadas, verifique antes se o botão ou chave estão desligados e depois puxe firme pelo plugue (e não pelo fio);
    4. Coloque protetores nas tomadas ao alcance de crianças para evitar acidentes;
    5. Cuidado para não esquecer o ferro elétrico ligado. Isto pode provocar acidentes graves e até incêndios, além de desperdiçar energia;
    6. Desligue e retire o plugue da tomada quando for limpar os aparelhos eletrodomésticos;
    7. Para evitar choques, coloque fita isolante nos fios desencapados ou nas emendas;
    8. Mantenha os fios e plugues dos aparelhos sempre em perfeitas condições de uso para evitar curtos-circuitos. Não encoste fios e plugues em superfícies quentes;
    9. Tomadas ou interruptores com partes derretidas ou queimadas devem ser substituídos;
    10. Evite sobrecarregar a mesma tomada com vários aparelhos usando "T" (benjamim) ou extensões improvisadas. Não use bocais de lâmpadas como tomadas;
    11. Não faça consertos nas instalações elétricas internas se não entender bem do assunto;

     

    O que fazer no caso de alguém ser atingido por um choque elétrico?
    - Providencie socorro médico imediatamente. Em acidentes com eletricidade, é preciso ser rápido, pois os primeiros três minutos após o choque são vitais para o acidentado;
    - Não toque na vítima ou no fio elétrico sem saber se os fios estão ligados ou não;
    - Desligue a tomada ou a chave geral se for acidente nas instalações internas. Se for um problema na rede elétrica externa, chame a Copel;
    - Se não for possível desligar a chave geral, remova o fio ou a vítima com a ajuda de um material seco não condutor de energia, como madeira, cabo de vassoura, jornal dobrado, cano plástico, corda etc.;
    - Ao carregar a vítima, tome muito cuidado para não complicar eventuais lesões, principalmente na coluna vertebral.

     

    Fonte: Copel

  • Quanto consome cada equipamento de sua residência?

    No Brasil, a energia elétrica é gerada em sua maior parte de forma limpa e renovável, por meio da água de rios. Para preservar nossos recursos naturais e ainda economizar na fatura da conta de energia, é necessário que façamos um uso consciente de energia elétrica. 
    Com o objetivo de promover o uso eficiente dessa energia, foi criado o Programa Nacional de Conservação de Energia Elétrica, o Procel. Executado pela Eletrobras, o programa visa combater o desperdício e tem como seu principal símbolo o Selo Procel. 

     

    Clique aqui para ter uma idéia de quanto consome cada equipamento de sua residência.        
    O Selo Procel indica ao consumidor os produtos que apresentam os mais altos níveis de eficiência energética. Assim, é concedido a equipamentos que funcionam melhor gastando menos energia. Para saber quais são os equipamentos que têm Selo Procel, clique aqui.

    Para simular o gasto de energia da sua residência, clique aqui.

     

    Fonte: Procel Info e Copel

     

  • Incandescente X Fluorescente X Led

    O uso da tecnologia LED está cada vez mais comum. Televisores, semáforos e iluminação pública já contam com a presença de diodos emissores de luz no lugar das lâmpadas comuns empregadas em suas estruturas.

     

    Mas, afinal de contas, o que faz com que o LED seja mais econômico do que uma lâmpada incandescente ou fluorescente? Se você já divagou nessa questão, saiba que a resposta é bastante simples e você pode ver uma explicação mais detalhada logo abaixo.

     

    Em uma lâmpada incandescente comum, menos de 10% da energia que passa por ela é transformada em luz. Os outros 90% de eletricidade são perdidos na forma de calor, por isso uma lâmpada desse gênero esquenta tanto quando fica acessa por muito tempo.

     

    Já pensando na economia de energia, surgiram as lâmpadas fluorescentes, que usam bem menos energia do que as sucessoras, mas possuem mercúrio em sua composição. Por isso, o LED surgiu como uma alternativa razoável.

     

    O LED nada mais é do que um diodo emissor de luz (ou Light Emitting Diode). Além de possuir um tamanho bem reduzido em relação às demais lâmpadas, o diodo possui uma taxa de luminosidade realmente boa.

     

    E de onde vem a economia?

    As lâmpadas de LED são muito mais eficientes do que as comuns pois produzem a mesma quantidade de luz (ou lúmem, para ser mais correto) utilizando bem menos energia. Além disso, a geração de calor durante esse processo é praticamente nula, o que ajuda na economia energética.

    Enquanto uma lâmpada incandescente gasta certa de 60 W para produzir uma determinada quantia de lúmem, um conjunto de LED precisa de apenas 20 W. Outra grande vantagem das lâmpadas de LED é que elas são muito mais resistentes do que as incandescentes e fluorescentes.


    Embora as vantagens sejam bem chamativas, o preço com o qual os conjuntos de LED são comercializados ainda é muito mais elevado do que o esperado pelo consumidor. Mesmo que o valor chegue aos R$ 20 em alguns anos, ainda é um investimento que muitas pessoas não estão dispostas a fazer.

    Depois de perceber que há uma redução real nos custos energéticos, muitas empresas começaram a mudar para as lâmpadas de LED. No México e na Itália, por exemplo, o LED está sendo testado na iluminação pública desde 2010. No Brasil, já é possível ver algumas luminárias utilizando essa tecnologia no lugar das lâmpadas comuns. Mesmo com o investimento inicial bastante alto, os benefícios no uso das lâmpadas de LED podem fazer a troca valer a pena.

     

    Fonte: TecMundo